O Whey Protein é um excelente suplemento alimentar, utilizado por quem pratica esportes, malha em academia, etc.  Está associado ao treinamento de força e pode auxiliar no ganho de massa magra. Mas ele pode ser consumido não só por quem pratica esportes, mas também para quem tem baixo consumo de proteína, que é o caso dos vegetarianos, nesse caso, se seguir uma dieta ovo-lacto-vegetariana, na qual pode consumir ovos, leite e derivados. Em minha casa estamos consumindo. É execelente para fazer shakes, mingaus, entre outras diversas receitas que podem ser encontradas na internet. Estou acrescentando também na alimentação do meu filho. De vez em quando coloco uma colher de sopa no mingau de aveia que ele toma pela manhã ou na sopa da hora do jantar. Se estiver fazendo uma dieta de emagrecimento, é bom para fazer shakes na hora do lanche ou café da manhã, pois sacia bastante a fome. É encontrado em diversos sabores, mas também sem sabor. Se for para utilizar misturando a outros alimentos, é preferível o sem sabor.


Vamos aos seus diversos benefícios:

Muito conhecido e discutido entre os praticantes de atividade física, o whey protein, também chamado de proteínas do soro do leite, é um suplemento alimentar de elevado valor nutricional.

Extraídos da parte aquosa do leite, durante o processo de fabricação do queijo, os peptídeos do soro são constituídos por: beta-lactoglobulina, alfa-lactoalbumina, albumina do soro bovino, imunoglobulinas e glicomacropeptídeos. Pelo fato de ser obtido do leite de vaca, intolerantes à lactose devem optar pela versão isenta de lactose.

Valor nutricional

O whey protein é riquíssimo em aminoácidos essenciais – aqueles que o organismo não produz –, como triptofano, lisina, cisteína, leucina, valina e isoleucina. Estes três últimos são os conhecidos aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA - Branched-Chain Amino Acid), com destaque para a leucina, já que pesquisas demonstram sua forte e intensa ativação e participação no processo de síntese protéica. Além disso, o elevado teor de cálcio e de peptídeos bioativos do soro também dispensam atenção especial.

Classificadas por alguns pesquisadores como fast metabolizing proteins (proteínas de metabolização rápida), as proteínas do soro do leite apresentam alta digestibilidade e são de fácil absorção pelo organismo.

Um estudo publicado no Journal of Nutritional Biochemistry apontou o whey protein como um excelente suplemento anabólico, devido à similaridade de seu perfil de aminoácidos com as proteínas do músculo esquelético.

Benefícios do Whey Protein aos desportistas

- Síntese protéica no músculo esquelético: em função da fácil digestão e rápida absorção do whey protein, a concentração plasmática de muitos aminoácidos eleva-se, com destaque para a leucina, principal aminoácido envolvido no estímulo à síntese de proteínas no sangue e nos tecidos, dentre eles o muscular. Dessa forma, o consumo de whey protein, imediatamente, após o treino favorece a recuperação, bem como a síntese protéica muscular, contribuindo para o incremento da massa magra.

Além disso, o consumo deste suplemento também estimula a secreção de insulina, um hormônio de ação anabólica, que permite a entrada de aminoácidos na célula muscular com mais facilidade, favorecendo a formação de tecido (aumento da massa muscular) e reduzindo o catabolismo protéico. Esta redução no catabolismo também se atribui ao aumento na concentração de BCAA, ocasionada pelo consumo das proteínas do soro. Pesquisa publicada no The Journal of Nutrition demonstrou que a concentração plasmática de aminoácidos essenciais, principalmente os BCAA, duplicou após 20 minutos decorridos o consumo de uma solução contendo whey protein. Um estudo publicado no International Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism demonstrou que a suplementação com whey protein e leucina favoreceu o aumento de força e o incremento de massa magra.

- Redução da gordura corporal e modulação da adiposidade: as proteínas do soro possuem alta concentração de cálcio, um mineral importante para o controle do metabolismo de gorduras no organismo. Estudos reportam que o baixo consumo de alimentos fontes de cálcio está relacionado ao aumento da gordura corporal, já que a sua deficiência estimula a alta secreção de hormônios que transportam o cálcio para o interior dos adipócitos – células de gordura. Altas concentrações de cálcio dentro destas células favorecem a formação de novos tecidos de gordura (lipogênese) e reduzem a “quebra” de tecido gorduroso (lipólise). Dessa forma, o consumo do whey protein, por ser fonte de cálcio, pode auxiliar na redução do depósito de gordura nos adipócitos e, conseqüentemente, reduzir o percentual de gordura corporal.

O consumo das proteínas do soro do leite parece ser interessante durante o processo de perda de peso também por outros motivos, já que devido ao seu excelente perfil de aminoácidos, principalmente às altas concentrações de BCAA, o whey protein estimula hormônios responsáveis pela saciedade (colecistoquinina e peptídeo similar ao glucagon), auxilia no controle da glicemia e, preserva a massa muscular, tecido que demanda muita energia para ser mantido, o que também contribui para o controle do peso.

- Atividade antioxidante: neste quesito destaque merece ser dado a cisteína, um dos aminoácidos fornecidos através das proteínas do soro do leite. A cisteína é a principal responsável pela formação da glutationa, um potente agente antioxidante, ou seja, atua no combate aos radicais livres. Alguns desses radicais são gerados no momento da atividade física e, por serem moléculas altamente reativas, quando em excesso, reduzem o desempenho físico.

- Melhora do desempenho físico: por aumentar a defesa antioxidante do organismo, a suplementação com whey protein também influi de maneira positiva no rendimento esportivo, já que o excesso de radicais livres contribui para a disfunção e fadiga musculares, com conseqüente prejuízo na performance. Dados da literatura reportam que indivíduos suplementados com whey protein conseguiram gerar mais potência e maior quantidade de trabalho quando submetidos a testes de velocidade, o que remete a melhora no rendimento.

- Sistema imunológico: dentre as proteínas que compõem o soro do leite podemos também destacar as imunoglobulinas, responsáveis por estimular as células de defesa do organismo. Além disso, a cisteína (aminoácido presente na composição do whey) participa do ciclo de produção de glutationa, que além de antioxidante também estimula as nossas células de defesa. Estes fatos comprovam o poder imunoestimulante do whey protein.

Além de trazer benefícios para o desporto, a suplementação com whey protein também exerce efeito preventivo contra doenças cardiovasculares, devido a sua ação hipotensora (reduz a pressão sangüínea), antioxidante e efeito inibitório da lipoxidação das lipoproteínas que causam danos as paredes dos vasos sangüíneos.

Diante dessas ações benéficas do whey protein é de se esperar que o seu consumo seja realmente benéfico ao organismo de desportistas, além disso, a suplementação faz-se necessária em alguns casos, principalmente porque o exercício físico, em geral, aumenta as necessidades protéicas. Porém, cabe ressaltar que o consumo do whey deve ser orientado, preferencialmente, por um profissional em consultório, para adequar a dose e evitar o consumo excessivo de proteínas.

Vale destacar que o melhor horário para consumir o Whey Protein é imediatamente após o treino, visto que neste momento as células musculares estão ávidas por nutrientes. Dessa forma, quanto menor for o período de tempo entre o término de exercício e o consumo do whey protein, maior e mais intenso será o anabolismo ao exercício, isto é, a formação de massa muscular. Mas, não podemos nos esquecer do correto consumo de carboidratos na refeição. Uma sugestão para o pós-treino é o consumo de whey protein junto com a maltodextrina.

Dica: o whey protein hidrolisado é o que apresenta melhor absorção e aproveitamento pelo organismo!

Fonte: Natalia Lautherbach - Nutricionista da Rede Mundo Verde - www.mundoverde.com.br


O wheu protein pode ser encontrado aqui http://www.nutrisportsbrasil.com.br/loja/index.php

11 comentários:

  1. Olá, adorei a postagem e o blog! Não faço academia, apenas corrida! É possivel usar o whey protein para ganhar massa magra?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rodrigo, obrigada por sua visita! É possível sim, utilizando em uma dieta equilibrada, ele é ótimo para isso mesmo, ganho de músculos e massa magra. De todo jeito vc é atleta, faça uso sim! Eu faço uso pois sou vegetariana, meu marido faz uso também para o ganho da massa magra, não apenas para quem malha em academia não! Utilize antes da corrida, faça um shake com frutas.
      Veja isso que vi em um site "Conclusão que chegamos: Se você mantiver um equilíbrio e não cometer excessos, a Whey Protein como um complemento e não o fator principal vai ajudar a melhorar seus ganhos de massa magra e consequentemente emagrecer."
      abraços

      Excluir
  2. Posso tomar apenas o BCAA? Tambem não treino em academia, apenas faço corrida e caminhada e gostaria de aumentar um pouco a massa magra. Parabéns pelo trabalho, ja favoritei o blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, acho que sim, pois ele é encontrado separado, mas acho melhor tomar o whey que já contém além do mais o whey você pode fazer vitaminas, shakes, incluir na alimentação de forma mais prazerosa eu acho. Como um alimento mesmo, substituindo uma refeição, um lanche, é o que eu acho. é recomendado mesmo para aumento de passa magra, massa muscular. Pode tomar, até meu filho de 2 anos toma! rs
      que bom que gostou do blog, volte sempre! abraço

      Excluir
  3. Olá, quanto tempo antes da corrida devo tomar o whey? Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, o Whey Protein, é usado principalmente para reconstruir as fíbras musculares do corpo. Sendo assim, o aconselhável seria você tomar seu suplemento depois de sua série de exercícios (se você toma-lo sem praticar exercícios, provavelmente vai engordar pra caramba).

      Whey Protein Antes do Treino: É aconselhável caso você tenha muito suplemento “sobrando”. É que muitas pessoas dizem que é bem melhor você ter uma refeição pré-treino do que ingerir um shake de whey protein, por exemplo. É que o consumo antes do treino te fará ganhar mais energia e isso pode ser substituido por outras coisas, e mais baratas ainda. É como se fosse um “desperdício” útil. Se você for tomar antes do treino, a sugestão é de 30 â 60 minutos antes das atividades.

      Excluir
  4. Olá, pratico surf. E já ouvi falar sobre tomar o whey logo depois do surf (40 minutos até). Quais os benefícios disso e em quanto tempo devo tomar depois de uma sessão de surf, para ser mais eficaz? muito bom o post, parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luiz, seja bem vindo. Bem, tomar o whey depois de qualquer atividade física é bom, pois quando você pratica qualquer atividade "gasta" os músculos e o whey repõe a massa gasta e é excelente fonte de proteína para formação da massa magra, do músculo. Se não quer engordar, tome depois dos seus treinos, veja como respondi no comentário acima...o whey reconstrói as fibras musculares depois da atividade física não deixando você perder massa magra. Agora, se você já é magro e quiser tomar um shake antes também, pode, as vezes, ao inves de fazer um lanche ou tomar café da manha, você pode tomar com uma fruta, ou depois mesmo, acho melhor, para não ter que tomar 2 vezes...abraços e obrigada pela visita!

      Excluir
  5. Olá,

    você tem um blog muito interessante, eu vim aqui à procura de informações no meu blog de ​​whey protein.
    Parabéns

    ResponderExcluir
  6. Adorei conhecer, não sabia de todos esses benefícios
    Dica anotada, bjs

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.