Oi gente!

Nesse post, resolvi falar um pouco sobre os princípios ativos dos cosméticos. Principalmente para sabermos se o que tem no nosso shampoo, máscara de hidratação, hidratantes, condicionadores, etc., são de origem animal, vegetal, marinha, etc.

Aqui no blog, eu sempre testo e recomendo produtos, muitas vezes não totalmente orgânicos, mas sempre de marcas que não testam em animais e não possuem ativos de origem animal. 

Por isso resolvi pesquisar para me familiarizar mais com o assunto e poder passar informações o mais corretas possíveis para vocês.

Então, vamos lá!

Primeiramente, existem diversos tipos de ativos de cosméticos:


1. Ativos de origem vegetal: extratos vegetais isolados ou asssociados, vegetais marinhos, proteínas e aminoácidos vegetais, associação de aminoácidos e extratos vegetais.

2. Ativos de origem animal: colágeno, elastina, placenta, cerebrosídeos e ceramidas, glicosaminoglicanas (ácido hialurônico).

3. Ativos biotecnológicos: colágeno de origem marinha, ácido hialurônico bio, lipossomas baseados em lecitinas vegetais, incrementadores do metabolismo celular substituindo a placenta, anti-oxidante de origem marinha.


ATIVOS DE ORIGEM VEGETAL




A natureza nunca esteve em tamanha evidência. A palavra produto natural passou a ter uso quase que obrigatório nos rótulo de produtos alimentícios e cosméticos.
No mundo cosmético, é uma grande fonte de matérias-primas para a elaboração dos produtos destinados à cosmetologia.

Agora, eis a pergunta: Existe cosmético integralmente natural? A resposta é não!

Um cosmético não pode ser exclusivamente elaborado com substâncias de origem vegetal. É tecnicamente inviável a não utilização de conservantes, antioxidantes e sequestrantes de origem sintética pois isso acarretará um produto facilmente contaminado por microrganismos que poderão causar sérios danos ao usuário. Os conservantes de origem natural não são tão eficazes quanto os sintéticos. Por outro lado um produto cosmético é um excelente meio para o crescimento de bactérias e fungos. 

Cosmético natural é aquele que dá preferência, sempre que possível, a ativos de origem vegetal visando suas propriedades benéficas com total inocuidade para o consumidor final.

Os ativos naturais podem ser:
 
Adstringentes:

São os que agem sobre os póros e folículos pilo-sebáceos da pele, provocando a sua constrição, reduzindo o seu diâmetro e controlando, desta forma a sudorese e a secreção sebácea.

Princíos ativos: taninos, flavonóides e ácidos orgânicos.

Emolientes e umectantes:

Nesta categoria destacam-se: algas, pepino, alface, babosa, camomila, abacate, jojoba, trigo, amêndoa doce, malva, rosa mosqueta, etc.

Tintoriais:

São os que contém pigmentos. Urucum, açafrão, henna, camomila, nogueira, amora, beterraba, cúrcuma, etc.

Tônicos e estimulantes:

Princípios ativos: terpenóides, alcalóides, ácidos graxos, saponinas, etc.

Plantas: alecrim, hera, calêndula, jaborandi, urtiga, centelha asiática, quina, guaraná, confrei, canela, etc.


ÁCIDOS VEGETAIS


  • ÁCIDO GLICÓLICO: proveniente da cana de açúcar;
  • ÁCIDO CÍTRICO: proveniente de frutas cítricas;
  • ÁCIDO MÁLICO: encontrado na maçã;
  • ÁCIDO TARTÁRICO: presente na uva.

BASES EMULSIONANTES VEGETAIS MULTIFUNCIONAIS

Proteínas vegetais (amêndoas, trigo, algas) acopladas com ácidos graxos: excelentes agentes emulsionantes formadores de cremes com muita boa aparência e estabilidade e com atividades protetoras da pele (anti-oxidante, hidratante, filmógena, emoliente).

CEREBROSÍSEOS (CERAMIDAS DE ORIGEM VEGETAL)

As ceramidas vegetais, também chamadas de cerebrosídeos vegetais, são originárias de extração do grão de soja e sementes de girassol.

MANTEIGA DE KARITÉ (SHEA BUTTER)

Gordura natural obtida pela pressão direta de castanhas (Shea Nuts) e refinada sem o uso de solventes. Excelente emoliente para prevenir e recuperar as peles secas, conservando a água dos tecidos. Usada como fonte natural de vitamina E com efeito anti-aging e hidratante. Em produtos solares, devido a sua forte absorção UVB e ações anti-irritantes, tem aplicação especial.

BIOTIVOS DE ORIGEM MARINHA: 


Atualmente, os extratos de algas são obtidos de forma seletiva, de maneira a concentrar os componentes com atividade biológica. São uma verdadeira alternativa aos ingredientes animais.

A água do mar é rica em vitaminas e sais minerais, as plantas e outras espécies marinhas são naturalmente ricas em oligo elementos, proteínas, frações lipídicas e outras substâncias que são excelentes para hidratar, suavizar e revitalizar a pele e os cabelos. Estas substâncias também contribuem para manter a firmeza, elasticidade e juventude da pele.

Poligalactosídeos sulfatados: Combina a atividade metabólica dos sais minerais, vitaminas e ácidos aminados contidos nas algas marinhas com os poligalactosídeos sulfatados formadores de gel que reagem de forma interiônica com a proteína queratina resultanto em: hidratação imediata perceptível após a aplicação (pele macia e aveludada), formação de película protetora diminuidora de irritação e vermelhidão (excelente pós-depilação, pós-barba e pós-sol), promoção do amaciamento gradual da pele fazendo com que as calosidades desapareçam.

Ativos de origem marinha alterantivos aos ativos de origem animal:

ELASTINA MARINHA: ativo anti-elastase e anti-protease que proporciona um aumento da síntise protéica e acelera a regeneração celular;
 
OLIGOS ELEMENTOS DE ALGAS VERMELHAS: para regeneração de cabelos frágeis extremamente finos e quebradiços.


ÁCIDO HIALURÔNICO MARINHO: hidratante profundo de ação prolongada;

GLICOSAMINOGLICANAS MARINHAS: restaurador e condicionador;

COLÁGENO MARINHO: possuindo propriedades idênticas ao tropocolágeno bovino, constitui-se no produto ideal para a sua substituição. Suas propriedades filmógenas conferem excelente hidratação e toque aveludado à pele;

FILTRO INFRA-RED MARINHO: alga biocerâmica coralífera;

ANTIOXIDANTE MARINHO: b.loqueia e efeito dos radicais livres sobre os lipídeos, proteínas (denaturação), carboidratos (hidrólise) e DNA (denaturação).

ATIVOS DE ORIGEM ANIMAL (ATIVOS BIOLÓGICOS)
  
 
COLÁGENO: O colágeno é uma proteína em forma de fibra com função estrutural.
Os extratos de colágeno para fins cosméticos são obtidos a partir de pele de animais jovens, geralmente, bovinos.

ELASTINA: A elastina também é uma proteína em forma de fibra, porém, é mais delicada. Os extratos de elastina são obtidos também de pele de bovinos.

PLACENTA: A placenta é um órgão que regula todas as trocas entre o organismo materno e o feto, desenvolvendo-se totalmente nos primeiros 3 meses de gravidez. A preparação dos extratos placentários é feita a partir de placentas animais e humanas.

CEREBROSÍDEOS E CERAMIDAS: Os cerebrosídeos, juntamente com ceramidas fazem parte de uma grande gama de lipídeos de membranas.

GLICOSAMINOGLICANAS (ÁCIDO HIALURÔNICO): É obtido a partir de cristas de galo onde o hormônio testosterona promove a sua formação. Outra fonte pode ser o cordão umbilical humano.



A postagem ficou um pouco extensa, mas acho que deu para esclarecer um pouquinho sobre os ativos dos cosméticos. O mais importante a saber, é sobre os ativos de origem animal, dos quais devemos fugir. 

Com certeza, essas empresas que utilizam em seus produtos, ativos de origem animal, devem testar os mesmos em animais. Portanto, não vamos contribuir para a crueldade!

 

 

Espero que tenham gostado.  

 

Abraços,

  

  Fonte: www.exbeauty.com.br/_gravar/.../ATIVOS_COSMETICOS.doc
 

 

3 comentários:

  1. Parabéns pelo blog, adorei as dicas!

    Faço parte da agenda dos blog e já estou seguindo!!
    Conheça meu cantinho..

    http://ninabarbantes.blogspot.com.br/

    Beijos, Nina

    ResponderExcluir
  2. Oi Nina,

    obrigada pela sua visita!
    Vou no seu cantinho agora!
    Que bom que gostou!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ci, adorei o post! Super informativo!
    Imagino o trabalho que deve ter dado pra pesquisar..heheh
    mas valeu a pena, ficou show!!
    bjks
    http://www.clubedocabeloecia.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.