COMO ESCOLHER O CALÇADO IDEAL PARA CRIANÇAS E BEBÊS

crédito divulgação

Os calçados desempenham um papel muito importante no desenvolvimento infantil. Por esse motivo, é essencial que os pais saibam quais são os principais critérios para avaliar a qualidade de um sapato para as crianças, sobretudo quando elas ainda são bebês e possuem poucos meses de vida. Uma má escolha pode causar uma má-formação dos pés dos pequenos. A boa notícia é que você pode evitar problemas com algumas dicas simples.
Entre as consequências atreladas a uma má escolha de sapato para as crianças estão o desenvolvimento de pés chatos ou planos e o aparecimento de bolhas e calos. Todos esses inconvenientes são provenientes do uso de calçados mais baratos e feitos com materiais impróprios para a idade da criança.

Até os 12 meses, o bebê praticamente não precisa de calçados, já que não estará andando. Se você quiser escolher um acessório para seu filho nessa idade, opte por aqueles com tecidos e materiais leves, como lã e solados pouco resistentes. Nesse período, o ideal é proporcionar o maior conforto possível para os pequenos. O cenário muda quando eles começam efetivamente a andar.

A partir dos 12 meses, quando as crianças já andam ou ensaiam os primeiros passos, a recomendação é adquirir calçados resistentes. Eles devem proporcionar firmeza ao pé das crianças, para promover segurança ao dar os primeiros passos. A flexibilidade é um atributo muito importante para ser observado na compra de um novo calçado - a sola deve seguir os movimentos do pé durante o andar. Por isso, evite os materiais de couro ou madeira e opte por solados de borracha, preferencialmente com ranhuras, para proporcionar o atrito com o chão e impedir que a criança escorregue.

Entre o primeiro e o terceiro ano, indica-se comprar um calçado com solado fino e flexível. A partir dos 3 anos, o pé já está maior e o solado pode ser mais espesso. A regra principal, independentemente da idade, é que o sapato seja confortável e proporcione uma ventilação adequada. Os materiais sugeridos são lona, nylon, camurça ou tecido, todos leves, flexíveis e fáceis de limpar.

Tamanho

Se você deseja saber qual o tamanho do sapato da criança ou do bebê, uma alternativa é medir com uma régua ou usar a palmilha do sapato como método de comparação. No segundo caso, ao colocar a palmilha sobre a planta do pé da criança, observe se ela é pelo menos um dedo maior do que o pé. Se acontecer isso, é sinal de que esse é o tamanho certo para a criança.

O portal Tua Saúde fez uma tabela para demonstrar o possível tamanho do calçado do bebê, de acordo com a medição em centímetros e a idade da criança. Esses números, obviamente, não são absolutos e podem variar. Eles servem apenas para fornecer uma base de comparação e ajudá-lo a escolher o melhor calçado. Confira:


Tamanho do pé (em centímetros)
Número do calçado
Idade da criança
9 cm
13
0 a 2 meses
10 cm
14
2 a 4 meses
10, 5 cm
15
4 a 6 meses
11 cm
16
6 a 8 meses
11,5 cm
17
8 a 10 meses
12,5 cm
18
10 a 12 meses
13 cm
19
1 ano
13,5 cm
20
1 ano a 1 e meio
14 cm
21
1 ano e meio a 2
15 cm
22
2 anos a 2 e meio
15,5 cm
23
2 e meio a 3 anos
16 cm
24
3 a 3 e meio
16,5 cm
25
3 e meio a 4 anos
17 cm
26
4 anos
18 cm
27
5 anos
19,5 cm
28
5 anos e meio
20 cm
29
5 e meio a 6
21 cm
30
6 anos
22 cm
31
7 anos
22,5 cm
32
7 e meio a 8
23 cm
33
8 anos
23,5 cm
34
9 anos
24 cm
35
10 anos
24,5 cm
36
acima de 10

Modelos recomendados

O melhor modelo de sapato depende da atividade e do ambiente no qual será utilizado. Para brincar ao ar livre e em dias mais quentes, as papetes e sandálias estão liberadas. Até por volta dos 4 anos, as crianças devem utilizar apenas sapatos com velcro - eles são mais práticos e seguros. A partir do quarto ano, você pode optar por comprar calçados com cadarço. Os tênis, por sua vez, são ótimos para estações mais frias.
Os saltos devem ser evitados ao máximo. Durante os primeiros anos, as crianças não possuem coordenação para se equilibrar nesse tipo de calçado. O uso pode provocar uma tensão nos dedos e sérios problemas no longo prazo. Por esse motivo é que os calçados uniformes e baixos são os mais recomendados. Botas e chinelos, como aqueles da linha Pampili, devem ser ser usados em ocasiões especiais. Em relação aos chinelos, por exemplo, é preferível que sejam utilizados apenas em ambientes como praias, porque a falta de fixação desses calçados pode provocar sérios acidentes.

Outros cuidados

Existem outros pontos importantes para comprar o sapato do bebê ou da criança. Perceba se, ao ser colocado com meia, ainda sobram 1 ou 2 centímetros à frente do dedão do pé. Outro fator importante é a curvatura voltada para cima na palmilha. Ela auxilia na formação do arco do pé da criança, para evitar que ele se desenvolva de forma plana.

Portal da Mulher

Nenhum comentário:

Postar um comentário